Aposentadoria no exterior


#1

Eduardinho, com o atual cenário econômico, imagino que as altas taxas de juros talvez nem voltem mais a serem praticadas aqui no Brasil. A inflação oficial pode até ficar em torno de 3%, mas assistência médica, escola, gasolina, etc, sobem mais de 20% ao ano. Então, não existe lucro real em renda fixa, pelo menos pra mim.

Li num blog sobre morar em Portugal, onde um casal vive tranquilo com 2k euros/mês, com excelente qualidade de vida, assistência médica e principalmente segurança.

Seria imprudente fazer a seguinte conta?

Com uma estimativa de vida por volta dos 80/90 anos, a ideia seria acumular, a partir de agora, dos 50 aos 65 anos, uma reserva em euros para garantir pelo menos 20 anos de aposentadoria fora daqui. Seria em torno de 500k euros.

Além desse acúmulo, teria a própria aposentadoria do casal, mais algum investimento que possa gerar renda aqui e levar para lá os lucros.

Isso seria viável ou estou literalmente “viajando”?

abs


#2

Gostei deste tópico. Ouvi falar por amigos e pela internete sobre incentivos fiscais dados a aposentados que queiram morar em Portugal, mas ainda nao consegui informaçoes oficiais que confirmem isso. E achei sua pergunta muito interessante, também quero saber como investir e levar os lucros caso eu va morar lá.


#3

Sim. Pode residir em Portugal como aposentado ou viver de rendimentos próprios (bens móveis ou imóveis, da propriedade intelectual ou de aplicações financeiras).

Portugal tem uma lei para receber cidadãos aposentados do mundo inteiro que desejam viver lá, desde que provem rendimentos suficientes.

Inclusive tem benefícios fiscais de isenção de impostos!

Se você não encerrar seu CPF no Brasil, pode aplicar aqui e levar os rendimentos para lá. Isso não é nenhum crime, basta informar à Receita Federal.


#4

Os valores de aposentadoria para viver em Portugal
1º adulto – 100% do salário mínimo vigente
2º adulto – 50% do salário mínimo vigente
Cada criança – 30% do salário mínimo vigente
Por exemplo, um casal aposentado com uma criança menor de idade precisaria ter um rendimento mínimo de €1044 para aplicar o agregado familiar para o visto de residência, considerando o salário mínimo de €580 em 2018.

A obtenção do visto não é automática, e quanto mais recursos financeiros você tiver, maior a probabilidade de sucesso.


#5

Amigo, obrigada pelas informações, tenho a intenção de checar isso lá, pessoalmente, quando puder.


#6

Aos Amigos do Capitool e @eduardinho Por falar em aposentadoria no exterior, alguém ja ouviu falar ou conhece a Dominium Consulting ? Eles abrem contas nos EUA, mandei um email hoje para mais informações!
Se alguem conhece poderia por favor dar um feedback!? Bom fim de semana a Todos!


#7

Caros,
Será que quem tem cidadania de algum país membro da Comunidade Européia pode morar em Portugal sem visto ?


#8

Pode sim, sem problema algum. Voce apenas tem que ir na camara municipal da cidade ira ficar para avisar que voce ira morar em Portugal e justificar porque vai morar la (se a trabalho, se e aposentado, se vai procurar trabalho, estudo, etc) Apenas um processo burocratico mesmo, mas a pessoa que tem cidadania da comunidade europeia pode morar em Portugal sem nenhum problema, assim como tambem pode morar em qualquer outro pais dentro da comunidade. Aqui eles podem te explicar onde voce tem que ir. https://www.portaldocidadao.pt/web/lojas-edc/lojas


#9

Oi, @Marcelo_Alves! Vi sua resposta e dei uma pesquisada. Você avançou no contato com eles?


#10

Sim más achei as taxas muito elevadas… no momento Dolar em alta não segui adiante, estou com projeto de diversificar em Fii agora…estudando um pouco!