Ganhar dinheiro na internet funciona ou é balela tipo pirâmide?


#1

Tópico para discutir técnicas para ganhar dinheiro na internet.

Atenção, não venha colar seus links afiliados de qualquer coisa, o assunto aqui é sério.

Você tentou algo? Funcionou? Quanto está conseguindo tirar? É sustentável?
Dá para trocar o seu atual trabalho pela renda da internet?

Imagino que, com o tempo, teremos opiniões variadas aqui: desde pessoas que tentaram e não saíram do lugar até pessoas que fizeram milhões (sim, é possível, não é balela).

Abraço e que comecem os debates!


#2

Pessoal, para começar a discussão já “quente”, para os mais afeitos ao assunto marketing digital, o que vocês acham das GRANDES panelinhas na internet brasileira hoje? Se ninguém entender do que estou falando, eu explico…


#3

Acho que trabalhar pela Internet vale muito a pena! Você otimiza tempo (verdadeira riqueza) e tem inúmeras possibilidades de atuação. Acontece que ainda há barreiras em muitas empresas tradicionais, que deveriam ser mais abertas a esse novo mercado.


#4

Oi Elis, sem dúvida as empresas estão cada vez mais abertas ao home-office. Até para economizar com despesas de aluguel de espaço e de escritórios em geral.

Mas creio que as pessoas estejam buscando meios de ganhar dinheiro por conta própria, empreendendo…
Abraço!


#5

Olá, Eduardinho! Se possível, gostaria de uma explicação sobre essas grandes panelinhas, até mesmo para evitar algum mal entendido.


#6

Olá Gustavo, eu estou falando dos tais masterminds (mentoria).

Eles funcionam? Claro que funcionam. Você entra pagando uma anuidade de 25 a 50 mil, dependendo do seu guru e, do dia para noite você é um empreendedor digital bem sucedido. E se torna mesmo, de verdade.

Isso porque esses gurus têm listas de emails com, sei lá, 1 milhão de assinantes. Além disso, o próprio grupinho de mastermind tem, suponhamos, umas 15 pessoas e cada um tem uma lista com centenas de milhares de assinantes.

Aí, uma vez no grupo, as pessoas daquele grupo indicam os produtos digitais umas das outras e somente de quem estiver dentro do grupo. Está formada a panelinha.

Funciona muito bem, principalmente se a pessoa for empreender no ramo de marketing digital. No ramo de finanças, que é bem escroto (por outros motivos), não tem tanto isso da panelinha.

A panelinha funciona? Funciona.
Pagar 50 paus por ano para entrar compensa? Compensa.
É escroto? Aí é pessoal. Tenho alguns conhecidos que dizem que não.

Abs.


#7

Pessoal, gravei um vídeo sobre os 2 principais métodos que conheço (claro que pode haver outros, foram os 2 que vieram à minha mente) para gerar ideias de negócios.

Esse vídeo já está pronto e vai ao ar segunda-feira dia 05/02/18 às 9:00 da manhã, nesse link:
https://www.youtube.com/watch?v=zNANBxqB6eA (link inacessível até a data mencionada)

Abs,
Eduardinho.


#8

Uma publicação foi combinada em um tópico existente: Renda Extra: Brainstorm de Ideias de negócios


#9

2 publicações foram combinadas em um tópico existente: Renda Extra: Brainstorm de Ideias de negócios


#10

Oi Eduardinho. Quando você falou de panelinha eu tinha entendido que são sempre os mesmos falando de si e de um determinado número de pessoas (pois todos ficam promovendo os cursos de todos) e todos ficam falando as mesmas coisas tipo “eu não como como os outros que dizem que são gurus” ou “eu não sou como os outros que prometem ganhar dinheiro dormindo”, mas o curioso que eles sempre fazem isso, muitos de finanças pessoais estão fazendo isso também ficam querendo vender os cursos dos mesmos amigos formando uma incrível panelinha. Pensei que era dessa forma que você estava falando.
Agora dessa forma da mentoria foi novo para mim eu não sabia dessa forma também, que pelo visto é bem mais sofisticada, e não sei se você percebeu mas tem semelhanças com MMN. Agora se faturam não sei.
Eu gostaria de obter uma renda extra com afiliação, estou procurando ver uma maneira de não fazer igual como todos fazem, não sei se é possível, vou ver alguns desses cursos.
Você acha que vale a pena o Marketing de Afiliado? Bem, eu não pretendo entrar nesses masterminds, um porque não tenho todo esse dinheiro e dois também acho escroto pela forma que você descreveu.
Mas aí fiquei com outra dúvida só dá dessa forma para fazer dinheiro com Marketing Digital e de Afiliado?


#11

Rapaz já participei de mais de um curso desses afiliados. Eles são bons no que fazem,os que tem conteúdo, claro! Mas acho um tanto fora da casinha vc não ter nem a idéia pra empreender e do nada montar seu negócio online, pq sim…é isso que eles prometem! Imagino que pra quem tem o que vender e tem a grana pra aplicar seja uma mão na roda. O que não é meu caso…embora tenha muita vontade de empreender no mundo digital, infelizmente não sou dessas que tem 1 idéia por dia…rss…mas no ramo de finanças não sei pq seria escroto…conta pra nós @eduardinho! rss…
Abçs.


#12

Oi @Fabiana acho que marketing de afiliados vale muito a pena.
Mas você tem que fazer certinho, criar um público, dar conteúdo excelente para ele e só depois de conquistar a confiança indicar algo. Sair por aí espalhando link afiliado não funciona e enche a paciência de todo mundo.
Agora: precisa de entrar em panelinhas para ganhar dinheiro como produtor ou afiliado? Com certeza não.
Isso vai até do perfil da pessoa. Tem gente que gosta de bajular, se sente bem perto de pessoas “importantes” e tal. Eu tenho mais o perfil “eu mesmo”, Macgyver, vai tocando tudo e o que der deu.
Ah, mas aí você não ganha dinheiro como “Fulano”.
Não tem problema… eu quero minha renda extra e minha liberdade financeira, não o dinheiro do fulano ou ciclano. Abs!


#13

Oi @nadiatrindade1 Em todo ramo hoje na internet e fora dela há “escrotisse”:

O sujeito aparece na televisão. Aí ninguém questiona o porquê de ele estar ali:

  • Se é cantor e está lançando novo cd, muitas vezes pagou jabá para estar lá
  • O sujeito é escritor e lançou livro: pagou jabá
    Um simples convite para participar de programas, dar a opinião como especialista em qualquer coisa, não vou citar quais, pois são todos eles e não só noturnos, mas aqueles matinais também. Como são feitos esses convites? O cara paga uma assessoria de imprensa caríssima (bota vários mil reais nisso) e aquela assessora tem contato “próximo” com jornalistas das grandes redes e dão um jeito de encaixar a pessoa na programação.

O que é contato próximo? É um ipad para o filho do jornalista, um relógio de marca, um iphone 7, etc… Todos os meses! Entendeu? Acho que não preciso desenhar o que é isso…

Aí vem a rede de televisão falar de corrupção no país. VTNC!
A internet funciona exatamente do mesmo jeito. Aí vc entra num canal do Youtube com xizentos mil inscritos. O cara está lá indicando algo porque recebeu para isso, claro (o segredo muitas vezes é mesclar dicas sinceras com dicas pagas, aí a audiência não percebe).

A “regra do jogo” é essa. Sabendo a regra, você não é iludido, mas pode ter certeza que 99% das pessoas é da cultura passiva de televisão e não questiona nada. Engole tudinho. Abs.


#14

@eduardinho obrigada por elucidar estas situações. Grande abraço.


#15

Pois é… as pessoas não tem o costume de pagar por informação e conteúdo, então ficam na mão de conteúdo patrocinado: péssimos jornais, péssimos programas, péssimas indicações etc.

Mas o que mais me impressiona é porque as lojas vendem tanta porcaria. Sempre que pesquiso um produto, muitas vezes encontro os melhores produtos no mesmo valor ou mais barato que os outros produtos. Pra mim é impensável montar um negócio que não vende apenas o melhor. Aqui em casa tenho, dentro da faixa de preço, a melhor Tv, o melhor ar condicionado, melhor lava-seca, o melhor celular, o melhor carro etc. Uma ideia boa que já tive era de criar uma marca de varejo que só vendesse o que tivesse de melhor custo-benefício e que fosse reconhecida pelo consumidor por este atributo.


#16

@eduardinho, gostei da sua resposta. Só tenho uma dúvida, como faço pra criar esse publico e dar conteúdo excelente que vc menciona? Obrigado.


#17

Oi @RafaelFS para criar público você precisa de:

  1. Uma ideia em que você acredita. Se você não acreditar nela, você desistirá
  2. Uma perseverança do caceta, porque não vai ser fácil. É tipo Sísifo, pois você vai ter que empurrar uma pedra até o alto da montanha todos os dias e parece que ela rola para baixo novamente assim que você chega lá no alto.
  3. Uma dedicação de Hércules.

Em outras palavras, vai precisar de estudar muito, compartilhar o que aprendeu e, como eu respondi no outro tópico (Brainstorm) não pode se afobar para ganhar dinheiro rápido, pois aí você queima o público.
Abs.

Link para a resposta do outro tópico: Renda Extra: Brainstorm de Ideias de negócios


#18

Obrigado pelo retorno @eduardinho.


#19

Acredito que funciona muito, caminhamos para que o mundo tecnológico domine de forma acelerada demais, então, temos que aliarmos a essa nova maneira de vivermos e ganhar dinheiro com isso. Criar algo novo de preferência, é o que todos desejam e poucos conseguirão, para este sucesso, precisamos estarmos abertos a novidades, antenados com as necessidades e dispostos a arriscar. Será válido? Com certeza, sou da seguinte opinião: Frustração, se eu fizer e não deu é aceitável agora, frustração sem tentar não dá para aceitar. #ficaadica


#20

Gente, vamos lá!

Sou novo aqui e gostaria de parcerias com os empreendedores de plantão para alavancar e monetizar dois projetos já ativos ( tem outros no papel, as ideias não param).

Um dos projetos é inspirado nas grandes ferramentas e midias sociais, guardadas as proporções,como facebook, google, whatsapp entre outras…Não pode postar links aqui, então pesquise gymcad apenas, deverá ser o topo do google.

O outro projeto é necessariamente um site de ideias (planejamos fazer nanofranquias regioonais). Precisamos de parceiros, afiliados e quem tenha interesse de ter um espaço em um canal nacional de informações empreendedoras. Pesquise por centralofideas ponto com.

Quem pode ajudar, contribuir, investir e formatar parcerias?

Desde já grato a todos!